sábado, outubro 30, 2010

Quem me ensina 2

Vendo-me refletido em seus olhos castanhos, olhei bem fundo para eles e me perguntei: Por quê?

Quero me ver refletido em seus olhos para poder estar na mesma sintonia que a sua, tenho essa mania de você e acho que não vou e nem quero mudar.

Não sei se estou dentro do seu coração, mas sei que deveria estar. Eu realmente preciso me ver refletido em seus olhos, eu preciso saber e ver que estou em você e com você.

Você me abandonou porque essa era a melhor coisa a ser feita e foi triste imaginar que as lembranças e os sonhos do que vivemos, nunca vão existir. É estranho pensar assim, mas a realidade sempre é dura.

Nunca lhe tive como minha e você sempre me teve como seu, não como seu homem, mas sim como seu capacho e enquanto pode você abusou e fez gato e sapato daquele que só lhe quis amar. Minhas mãos nunca tocaram o seu corpo e meus lábios apenas sonharam com os seus.

Não sou tolo para compreender os desígnios do amor e nem as suas variantes, sou apenas pouco para amar e ser amado. Ainda não aprendi e não sei quem vai me ensinar.

Zero na prova da vida, reprovado na matéria do amor, mas feliz por ainda ter esperança de um dia aprender com você.

Deixa o sol brilhar

deixa o sol brilhar

Acordar em um sábado de sol na maravilhosa é acordar com o canto dos pássaros, é saber que as coisas vão acontecer e que tudo vai dar certo a partir do momento em que o sol lhe sorri na janela do quarto.

Dormir com a lua, contemplar as estrelas e acordar com o astro rei, é mágico e encantador. Um frenesi toma o corpo e aquece a alma. Tudo se transforma e as coisas acontecem.

Elas desfilam, eles admiram e o astro ilumina.

O dia em que o sol declarou o seu amor pela terra

o dia em que o sol

Terra terra terra terra amor

Eu sou o sol
Sou eu que brilho
Pra você meu amor

Eu sou o sol
Eu sou o astro rei
A maravilha cósmica
Que Deus fez
Por isso eu lhe dou
De presente
Todo o meu calor
Com muito amor
E lhe dizer

Que eu sou o sol
Sou eu que brilho
Pra você meu amor

Não fique zangada quando eu esquento a lua
Nos dias que ela fica minguada
Pois ela dizendo que sente ciúmes de voce
Não quer se enfeitar nem aparecer

Mas quando eu dou meu calor pra ela
Ela fica nova cheia de vida e toda prosa
Começa a brilhar e a aparecer e dizer:
Que eu sou, eu sou o sol

Eu sou o sol
Sou eu que brilho
Pra você meu amor

Jorge Ben Jor

Eu por eu mesmo 6 – Por Branca di Neve

eu por eu mesmo 6

Quando o sol bate em meu leito
Abro a porta do meu peito
E deixo entrar (Deixa entrar)
Os teus raios fuminantes
Me deixando mais gigante
Pra te amar (Pra te amar)

Quando o azul do céu me assiste
Logo penso que existe
Uma canção (Uma canção)
Que surgiu feito ternura
Parecendo a flor mais pura
Do coração

Do coração
A flor mais pura
Do coração
Do coração
Aí, a flor mais pura

Paro um pouco e analiso
Vejo em volta teu sorriso
A iluminar (A iluminar)
Os meus olhos tão cansados
De olhar para todo lado
E não te achar (Não te achar)
Lembro então que estou sozinho
Preso como um passarinho
Sem voar (Sem voar)
Fecho os olhos vejo a vida
Por favor meu Deus reprisa
Aquele olhar

Aquele olhar
Meu Deus reprisa
Aquele olhar
Aquele olhar
Aí, meu Deus reprisa

Reprise – Branca di Neve

sexta-feira, outubro 29, 2010

Dando mole para Kojac

dando mole

Existe uma coisa que não tem segredo e muito menos erro, caipirinha é uma bebida feita com cachaça, açúcar e gelo. Apenas isso e nada mais.

Alguns seres de natureza duvidosa resolveram inventar e criaram a caipivodca que nada mais é que a substituição da cachaça pela vodca. Outros seres mais duvidosos ainda pedem capirinha com vodca e aí sim, cometem um grande erro porque não existe caipirinha com vodca e pronto.

Recentemente, alguns outros seres, mais duvidosos ainda do que aqueles que pedem caipirinha com vodca, resolveram criar uma tal de caipisaquê, que nada mais é do que a substituição da cachaça da caipirinha original pelo saquê.

Inventar bebidas e drinques é algo comum e que acontece com certa freqüência, o problema é confundir alhos com bugalhos. É noticiado e comprovado, que seres altamente suspeitos pedem em bares e congêneres, por caipirinhas com saquê e pasmem, adoçante.

Não estou dizendo que esses seres são suspeitos de nada, apenas estou dizendo que se eles quiserem passar para o outro lado da força, já tem todos os pré requisitos e documentos registrados em cartório.

Você poderia até alegar ignorância antes, mas depois de ler este post, não vai ter mais desculpas para cometer a heresia de confundir caipirinha com esses drinques inventados.

Quer beber alguma coisa diferente? Você tem diversas opções: Bloodmary, Dri Martini, Cuba libre e outros.

Caipirinha não leva vodca e muito menos saquê e pelo amor de Deus, adoçante só se você quiser sair do armário e não souber como contar a seus pais.

Ps.: Homofobia não!

Pise em mim XI

pise em mim

Com delicadeza seus pés tocaram o solo e com a mesma delicadeza repousaram inertes como se nada estivesse acontecendo. Presenciar aquela cena era por demais um momento de grande contemplação e alegria.

Estar ali e vê-la sorrir era a síntese de uma noite de sonho que se iniciava, uma noite muito esperada que seria vivenciada como se fosse única. Ela estava lá e eu estava a seus pés.

Sexo! Faça sem moderação

faca sem moderacao

Aproveite que hoje é sexta e depois você tem um fim de semana pela frente e faça o que tem que ser feito. Não precisa ficar preocupado com bobagens e outras coisas do tipo, apenas faça e sem moderação.

Sexo é um excelente remédio para diversos males, mas não é só por isso que você deve fazê-lo. Pense no prazer que ele proporciona e aproveite.

Se está cansado da rotina, passe em uma sex shop e se inspire ou use a sua criatividade e invente algo para curtir ótimos momentos a dois com a sua companhia.

Esqueça os problemas e torne a sua noite de sexta e o seu final de semana em inesquecíveis.

quinta-feira, outubro 28, 2010

Um dia de domingo 2

um dia de domingo 2

E assim seguimos em nossa eterna busca sem fim a procura de algo maior, algo que nos preencha por dentro e nos faça feliz. A felicidade é um conjunto de coisas e acontecimentos que nos deixa em estado de êxtase e porque não, em um profundo “coma” de sentimentos, onde esquecemos e ignoramos tudo e só temos olhos para a magia do momento.

Simples como uma bola de sorvete de creme, precisamos e muito de uma boa conversa franca com o nosso eu interior. Precisamos esclarecer todas as dúvidas que nos afligem e nos fazem perder o sono. Simples como uma folha de papel, precisamos sentir o fresco a brisa e contemplar o mar.

A presença do ser amado tem poder devastador em nossas vidas, o fato de sabermos que em alguns momentos, que sempre se tornam longos, teremos quem amamos ao nosso lado, nos faz muito mais confiantes. Enfrentamos um exercito, derrubamos barreiras até então intransponíveis e cometemos as mais desvairadas loucuras. Tudo isso porque teremos o coração preenchido e alma tranquila e serena.

Sonhamos com o dia em que tudo será verdade e a realidade virá crescente como uma onda, nos invadir e fazer sentir tudo aquilo que sempre imaginamos.

E é justamente a luz do sol que nos ilumina todas as manhãs, que nos trará a renovação das esperanças, a renovação dos sentimentos e as descobertas de um novo e maravilhoso começo. Nos sentiremos parte de um todo indivisível e descobriremos emoções e sensações nunca antes vistas ou sentidas, nos faremos presentes e seremos presentes, em mais um dia de brilho e luz.

quarta-feira, outubro 27, 2010

Conta outra 2

conta outra

“Conta Outra
Nessa eu não caio mais
Já foi-se o tempo
Em que eu pensei
Que você era um bom rapaz
E Corta essa
De querer me impressionar
Coisa boa é Deus quem dá
Besteira
É a gente que faz…”

Começa que homem do sexo macho nunca deve ter ouvido falar de lichia e depois que caipirinha é limão, cachaça, açúcar e mais cachaça.

Vão querer me convencer que ser humano que faz caipirinha de lichia é prego e não parafuso?

Conta outra porque nessa eu não caio mais.

terça-feira, outubro 26, 2010

Linda e confortável

Você não precisa e nem deve fazer as coisas apenas porque alguém acha legal ou bonito, você tem que fazer as coisas por você e para você.

Não use roupas desconfortáveis apenas para se parecer mais bonita ou para agradar seu novo namorado. Não se venda a indústria da moda e nem aos sábios conselhos de suas amigas, se venda apenas ao seu bem estar e conforto.

Espartilhos apertados? Calcinhas que marcam? Nada disso faz sentido e é necessário para que você continue linda como Deus lhe fez. Use aquilo que você sabe que lhe faz bem e mostre-se como é.

segunda-feira, outubro 25, 2010

Sem nada por baixo 3

sem nada

Apenas venha, mas sem nada por baixo e se prepare para o novo. Tudo o que você conhece ou viu até hoje não se compara ao que vai experimentar depois que vier sem nada por baixo e eu lhe encontrar.

Não importa onde estejamos e nem o que as pessoas pensam a nosso respeito, apenas saiba que eu me importo com você e muito mais conosco.

Concentre-se naquilo que deseja e lhe darei o que quer, quando quiser. Seja você mesma e me encante, pois é isso que desejo.

domingo, outubro 24, 2010

Forno e fogão 3

forno e fogao 3

Óleo, farinha de trigo, fubá, leite, açúcar e ovos se misturam ao som da batedeira. Junta-se a eles depois de batidos, o fermento.

Para arrematar, queijo ralado e direto para o forno.

Trinta minutos depois é comer e ser feliz.

Ps.: A receita original é da minha amiga Lina.

Forno e fogão 2

rabada

Rabadas cortadas e limpas são fervidas por três ou quatro vezes para tirar a gordura, enquanto isso o músculo descansa e espera a hora de ir para a pressão junto com a rabada.

Óleo na panela, rabada e músculo pegando uma cor junto com os temperos de praxe. Muita cebola, tomate, alho e pimentão. Sal a gosto e um belo caldo de carne. Panela de pressão a todo vapor e assim vai continuar por mais ou menos uma hora.

Em outra panela vão um copo de água e o fubá para começar o angu. Acrescento depois mais umas duas conchas do caldo da carne, que nesse momento já saiu da pressão e está em outra panela reduzindo juntamente com o molho de tomate.

Corrijo o sal, a pimenta (sempre para mais), finalizo o arroz e pronto!

Ps.: Ao invés de fazer o angu em separado você pode colocar o fubá na panela junto com as carnes para engrossar o molho. Fica muito bom e dá para servir em copos.

Muita calma nessa hora… De novo

vip001

Eu poderia sem tirar e nem por, repetir o texto de Novembro de 2008, mas acho que posso escrever de outro modo, mesmo falando sobre o mesmo assunto.

Em Novembro de 2008 eu também falava sobre a revista Vip e sua “famosa” eleição das 100 mulheres mais sexys do mundo. Naquela ocasião eu falava sobre a votação “arranjada” e muito criticada por todos.

Desta vez eu não falo da votação porque todos nós sabemos que ela é mera fachada e vence aquela que “topar” posar para a revista. Dizem que esse seria o ano da Mariana Ximenes, mas como ela já havia posado para outras duas ou três publicações esse mês, não ia rolar.

Outra grande favorita era a Ana Hickmann, mas pelo visto também não houve um “acordo” e a “campeã” acabou sendo a Juju do Pânico na TV. Pouca gente sabia da existência dela ou a conhecia, portanto pelos critérios da votação, nota-se claramente que as coisas foram feitas ao velho e bom modo do “quem manda somos nós e pronto”.

vip005

A minha indignação esse ano é com outro fato, a minha indignação é por já termos a revista inteirinha, 100%, disponível para download na internet e amplamente divulgada em sites e blogs por aí.

Como isso acontece com uma publicação impressa que só têm data de chegada as bancas para o dia 27 de outubro, ou seja, daqui a três dias? Para que alguém vai gastar o seu dinheiro comprando uma revista que ele pode ver de graça na internet e que o principal apelo, é ver o ensaio da campeã?

E os assinantes? Estes nem precisam se preocupar se a mesma atrasar, pois podem ler a revista todinha na internet e quando receberem o exemplar impresso podem guardá-lo sem nem tirar do plástico. Bola fora total da Vip e da editora Abril.

Respeito ao leitor para que, ele não merece mesmo.

sábado, outubro 23, 2010

Pimenta arde! E muito

pepper

Se você gosta de coisas para o lar e em especial para a cozinha, coisas que você até pode ficar sem, mas uma vez que põe os olhos não resiste a ter, fique longe do Pepper.

O Pepper é um site de produtos para casa e tem todas aquelas coisas que você vê na tv e nunca acha nas lojas convencionais. Pedra de pizza para forno convencional e microondas? Lá tem!

Amoladores? Lá tem! Saleiros e pimenteiros transados? Lá tem! Maçaricos? Lá tem!

Você pode até descobrir estes produtos em outros sites ou lojas por aí, mas eu gostei do Pepper e recomendo, que se você não quiser gastar uma grana, fique longe.

pepper1

www.pepper.com.br. Entre, mas depois não diga que não avisei.

By @DricaCairo

drica

Ela não o conhecia. Mas ele estava ali, em seu lugar. Foi só quando soube quem ele era que conseguiu reaver seu posto...dentro de si mesma.

sexta-feira, outubro 22, 2010

M de mulher

m de mulher

Diz-me o seu nome porque eu já não sei qual é. Não me conte o seu passado, mas me diz o seu nome porque eu preciso saber quem és.

És guerreira, feminina, sensual, amante, amiga, és mulher e simplesmente por isso é que deves continuar sendo o que é e fazendo o que faz, me encantando e deixando feliz.

Não vou amá-la para sempre e nem como antes, mas enquanto você me quiser ao seu lado, lá eu estarei.

quarta-feira, outubro 20, 2010

Mim homem! Você mulher!

mim homem

Seria tudo mais simples se as mulheres fossem apenas mulheres e os homens fossem apenas homens.

As mulheres parariam de arrotar essa pseudo independência por aí, não tentariam ser as chefes de família e muito menos se meter em assuntos tipicamente masculinos, como se com isso elas estivessem se mostrando prontas para os tempos modernos.

Os homens por sua vez deixariam essa frescura de sensibilidade de lado, voltariam ao barbeiro e jamais usariam base incolor nas unhas.

Não estou dizendo com isso que as mulheres não devem ser independentes, mas elas devem parar de fazer disso uma bandeira. E os homens podem chorar, mas não devem achar que também precisam ver a novela das oito que começa as nove e outras coisas do gênero.

Se cada qual assumir o seu papel tal e qual foi designado desde os tempos de Adão e Eva, as coisas tendem a fluir com toda naturalidade do mundo. Esse lance de querermos subverter as convenções apenas por acharmos que temos de nos adequar a modernidade é que está ferrando com tudo.

Os homens de hoje já assumiram a cozinha e cuidam da casa, assim como as mulheres de hoje já trabalham fora e se sustentam sem depender de um homem para isso. A nossa evolução está de bom tamanho, o que querem mais?

Reclamamos depois tanta coisa porque nos dias de hoje, não fazemos o básico e nos preocupamos em ser nós mesmos.

terça-feira, outubro 19, 2010

A água leva

a agua leva

Depois que acordei e verifiquei o estado do quarto, vi que a tragédia não foi das piores. Não fiquei feliz com isso, mas me animei com o fato de que teria menos trabalho ao levantar da cama.

O despertador tocou umas cinqüentas vezes antes de eu arrebentá-lo na parede e o telefone mais umas cem vezes antes de eu atender a maldita ligação da central de telemarketing do cartão sem limites. Depois de mandar a mulher do cartão para o inferno, só uma boa chuveirada me colocaria de volta a vida.

O que a água leva não volta.

segunda-feira, outubro 18, 2010

Sexo casual!?

Deu na Marie Claire e a dica é da jornalista Monica Shores.

sexo casual

1) Faz com que você se sinta mais poderosa

Um estudo feito pela terapeuta sexual Heather Corina com 4.990 mulheres solteiras e casadas mostrou que aquelas que praticavam o sexo casual (81% do total) o faziam para descobrir mais sobre sua própria sexualidade. Dessas, 80% afirmaram que o sentimento de liberdade durante a transa com um desconhecido é tão grande a ponto de diminuir as inseguranças. O que nos leva ao próximo ponto:

2) Ajuda a superar a timidez

Por mais acostumadas que estejamos a namorar nossos namorados, não podemos negar que o desejo de satisfazê-los na cama (tanto em termos de qualidade quanto de frequência) acaba virando um problema. Transar sem envolvimento é tão libertador que faz com que nos preocupemos muito mais com o nosso prazer do que com o que estamos (ou não) proporcionando.

3) Ensina aprimorar a sexualidade

Numa relação monogâmica estável, com o passar dos anos, coração e libido tendem a andar separados. Um estudo recente publicado no The New York Times mostra que 15% dos casamentos americanos podem ser considerado sexless (assexuados), uma vez que os casais ficaram sem transar de 6 meses a um ano. Já quem faz sexo casual, , está sempre se desenvolvendo e atualizando.

4) Ensina mais sobre nós mesmas

Quanto mais nos envolvemos sexualmente com pessoas com quem temos pouco (ou nenhum) envolvimento sexual, mas confrontamos nosso dia-a-dia. Questionamos valores que antes dávamos como certos, paramos para nos rever e repensar. O que, diante do desgaste de relações duradouras raramente acontece. As chamadas “bad long-term relationships” são cheias de falhas de comunicação, desencontro de expectativa e ruídos que fazem com que a gente se concentre muito mais no erro do parceiro do nos nossos.

5) Transforma obrigação em prazer

Estudos mostram que em relações estáveis o sexo se torna uma obrigação para 90% das mulheres e uma forma de barganhar algo com o marido em 86%. Certamente essa não é a utopia sexual com que sonhamos. Nas one night stands, tesão, romance, torpor, desejo de conquista e uma série de coisas muito mais agradáveis vêm antes da obrigação…

6) É um bom exercício de comparação

Segundo a escritora Laura Sessions “a maioria das pessoas que já teve alguma relação sexual duradoura, tende a se achar expert”, o que cai por terra quando a rotatividade começa. Somos conhecedores da nossa sexualidade, mas podemos aprender muito mais com a dos outros. Isso sem falar na queda do mito “one size fits all”. Assim como os homens têm tamanhos variados, nós também temos, e a chance de o encaixe perfeito existir é muito maior se experimentarmos mais.

Tirado do Blog dos Testadores

Eu os declaro

eu os declaro

Beto pediu Patrícia em casamento e ela prontamente aceitou sem nem ao menos titubear como era de se esperar. Beto nunca havia visto Patrícia e ela não sabia nada a respeito de seu futuro esposo.

Completos desconhecidos eles iriam agora dividir um lar, contas para pagar e constituir uma família. Beto estava feliz pelo aceite de Patrícia, mas seus amigos estavam muito preocupados com a velocidade com que tudo estava acontecendo.

Beto pediu a mão de Patrícia na segunda-feira e o casamento estava marcado para sábado em um lindo sitio as margens da represa. Os familiares de Patrícia se reuniam na intenção de interná-la ou mandá-la para a Europa, o que fosse mais eficiente na tentativa de demovê-la da idéia de se casar com um completo desconhecido.

Na quinta feira ela provou o lindo vestido de noiva e viu que teria de perder uns quilinhos para tudo ficar perfeito. O terno de Beto se encaixou como uma luva e todos os padrinhos e madrinhas iam usar um tom de verde floral.

A orquestra começou tocando a quinta sinfonia de Beethoven, isso mesmo, eles contrataram um orquestra para animar a ocasião e todos os convidados, os mais de duzentos, estavam encantados com esmero e sofisticação de detalhes do local. Os garçons serviam Don Perignon e canapés de salmão, mas os convidados ainda tinham a disposição um farto Buffet.

Assim que Patrícia adentrou o local da cerimônia e a orquestra tocou a marcha nupcial, Beto se indagou se estava realmente fazendo a coisa certa. Não teria sido tudo rápido demais? Não estaria ele sendo deveras precipitado ao se casar com uma desconhecida?

E se ela fumasse? Pensava ele enquanto a observava caminhar em direção ao altar. Será que ela ronca? E se ela não quiser aumentar os seios?

Tantas indagações passavam pela mente de Beto naquele momento, que assim que Patrícia lhe deu as mãos e olhou em seus olhos, ele disse não. Apenas isso. Disse não e se foi caminhando calmamente em direção a saída.

Os convidados se olhavam estupefatos e sem entender o que estava acontecendo. Patrícia chorava e seus pais gritavam que haviam lhe avisado. Os parentes e amigos de Beto pediam em vão que ele voltasse e se explicasse, mas ele apenas continuou sem caminho.

Até que em um passe de mágica, ele olhou nos olhos de Bianca e a pediu em casamento. Ela aceitou.

domingo, outubro 17, 2010

No mais alto e “bom” som

no mais alto

Recentes pesquisas de uma universidade distante na Europa ou nos Estados Unidos, pois são umas das mais respeitadas, comprovaram que quando ouvimos uma música o mais alto possível, essa música se torna melhor.

Em suas pesquisas os cientistas da universidade chegaram à conclusão de que uma mesma música ouvida em volume médio e aceitável não é tão boa quanto à mesma música ouvida no máximo volume que você puder. Segundo os estudos, o músico canta bem melhor e os instrumentos ficam mais afinados.

Aqui no Brasil testes foram feitos com “músicas” do deputado federal Tiririca, do também deputado Frank Aguiar e do cantor e compositor Falcão. Essas músicas ouvidas a menos de 85 decibéis se mostraram horríveis e quase inaudíveis, mas quando os especialistas as ouviram em mais de 300 decibéis, elas soaram como lindas poesias.

Tiririca, Frank Aguiar e Falcão puderam ser comparados aos melhores cantores da nossa música, chegando em algumas notas, a serem comparados com os grandes tenores da música clássica. Realmente um feito muito espantoso.

Como isso é possível?

como isso

É claro que nada disso é verdade, mas é justamente por isso que me pergunto o porquê de determinadas pessoas preferirem ouvir música em volumes tão altos. Nada muda, a canção continua a mesma e o cantor que já era ruim não melhora em nada. Se ele for bom, do mesmo modo continua e pronto.

Se você está sozinho penso que o desejo de que as pessoas saibam o que você está ouvindo é a maior motivação que se tem para aumentar o volume. Se você está acompanhado, as pessoas ao seu redor devem ser por demais enfadonhas para que você não queira ouvir o que elas têm a dizer.

O fato é que odeio música no último volume e mais ainda dar satisfação as outras pessoas sobre o que estou fazendo ou ouvindo. Se você é surdo ou prefere exercitar a sua voz gritando com os outros, o problema é seu, mas evite isso quando eu estiver por perto.

Cinco bananada é cem

cinco bananada

Nesse fim de semana eu tirei o meu passaporte para o fim dos dias e não me arrependo de tê-lo feito. Tirei um peso das minhas costas e consegui me livrar de toda a culpa que eu tinha por ainda permanecer de pé enquanto o mundo inteiro caia inerte diante da eminência do fim.

Doce por fora, macio por dentro e crocante ao longo do percurso. Uma viagem sem volta ao fundo de mim, me ofereceu a oportunidade de conhecer pessoas especiais com as quais eu convivia desde que nasci. Nunca havia dado tanta importância para elas como dei no momento em que as conheci melhor.

Em tese as loucuras do nosso cotidiano afetam apenas os pequenos nervos motores que nos mantém distantes do nada enquanto passamos pela orla a contemplar o mar. Eu passei por essa fase sem sustos e acho que posso guiar aqueles que desejarem por ela passa também.

Um é trinta. Dois é cinqüenta

um e trinta

Era quente demais para ser consumido frio e frio demais para ser consumido cru. Um bom alento para aqueles que precisam de uma dose extra de magia e um conforto para todos os que ainda não despertaram para o real sentido da vida.

Fazendo mais por menos, eu vou contando as horas para chegar ao dia em que tudo vai ter fim e quando esse dia chegar, não espere me encontrar ao seu lado. Eu já terei ido antes de tudo terminar. É o fim é assim, uma hora chega e quando chega não tem fim. Ou tem.

Perdoem-me os erros do passado e os do futuro, menos os do presente porque esses eu faço questão de cometer. Cinco bananada é cem, me dá dez.

sexta-feira, outubro 15, 2010

O efeito do diamante azul nas mulheres

o efeito do viagra

"O fascínio que o diamante azul provoca nas mulheres advém da promessa de um prazer que as mulheres sempre sonharam."

É com essa citação / comentário do meu amigo Kayo Sérgio, que abro este texto sobre o efeito psicológico que o diamante azul provoca em uma grande parte das mulheres. O que ele diz, nada mais é do que a constatação de algo que vem ocorrendo cada vez mais e com mulheres de todas as idades.

No começo da era Viagra o homem tinha a “necessidade” de descobrir e porque não, se sentir mais seguro, fazendo uso das pílulas azuis. Nos dias de hoje os homens continuam fazendo uso do Viagra, mas o fazem com muito mais propriedade e conhecimento.

Infelizmente muitos ainda usam o Viagra como uma forma de maximizarem seu desempenho sexual achando que o simples fato de se tomar o comprimido, sem a mínima necessidade é a garantia de uma noite dos sonhos.

O que me chamou a atenção de conversas com amigos e amigas foi saber que as mulheres são afetadas psicologicamente pelo uso do Viagra. Pode parecer uma teoria absurda e sem fundamento algum, mas pasmem, é a mais pura verdade.

Uma massagem ao ego

o efeito do viagra 2

Uma grande parcela das mulheres se sente “agraciada”, “honrada” e “lisonjeada” por saber que o seu parceiro se dispôs a usar o diamante azul com ela e para ela. É como se ele estivesse dizendo indiretamente, que estava fazendo de tudo para proporcionar a ela uma noite inesquecível.

Já ouvi dizerem que é como se tivéssemos o mesmo “brinquedo” de antes turbinado por pilhas duracel ou como se o uso do diamante azul representasse a “garantia” de uma brincadeira sem fim.

Passei um bom tempo pensando e tentando entender esta lógica que “premia” o homem que toma a iniciativa de incluir o Viagra na relação e ainda não entendo bem o ponto de vista delas. Para elas tudo estava perfeito antes, mas ficou ainda melhor ou elas se sentem melhores por saber que agora dispõem de um recurso a mais.

Imaginei que elas achariam que seus parceiros estavam perdendo o desejo por elas e por isso, precisavam do Viagra, mas elas entendem de outra forma. Entendem que eles demonstram ter ainda mais desejo, sendo o Viagra a prova de que eles querem investir para tornar os momentos a dois mais prazerosos.

Elas querem mais?

o efeito do viagra 1

Felizmente isso não tem estimulado aqueles que não precisam a usar, pois as mulheres apesar de gostarem não pedem que eles usem. Elas se animam e ficam felizes com o uso, mas não estimulam o mesmo. Pelo menos não diretamente.

Esse efeito psicológico também ocorre com outros “remédios” para disfunção erétil, mas o Viagra confere um status maior. É como a comparação de um cordão de ouro contra um de diamantes.

Muito ainda precisa ser pesquisado a este respeito, pois o tema é polemico. Nem todos os homens gostam de admitir que façam uso do diamante azul, mas já conheço muitas mulheres que fazem questão de dizer a suas amigas que seus parceiros usaram ou usam o diamante azul com elas.

quinta-feira, outubro 14, 2010

Iluminados

iluminados

O amor tem feito coisas
Que até mesmo Deus duvida
Já curou desenganados
Já fechou tanta ferida

O amor junta os pedaços
Quando o coração se quebra
Mesmo que seja de aço
Mesmo que seja de pedra

Fica tão cicatrizado
Que ninguém diz que é colado
Foi assim que fez em mim
Foi assim que fez em nós
Esse amor iluminado

Ivan Lins

quarta-feira, outubro 13, 2010

Fim de noite é tudo igual

fim de noite

Os gatos são pardos e as gatas são rebeldes, fim de noite é sempre assim. Nunca sabemos onde vai terminar e muito menos como começar.

O tempo voa e ninguém se esquece, a qualquer momento a coisa acontece e de um segundo para o outro a gente já sumiu e foi se embora por aí. São passagens de um dia bom e de uma noite que não acabou, o silêncio corta a escuridão e nos avisa que no fim de noite é tudo igual.

Brincadeiras de criança grande embaladas a desejo e álcool, beijo molhado e abraço apertado. Fim de noite é tudo igual e tão normal quanto às ofertas do sinal, o farol não pisca mais e não sabemos para onde ir.

Me avisa que acabou e só me acorda quando der para continuar a curtir, porque fim de noite é tudo igual.

terça-feira, outubro 12, 2010

Dia duro

dia duro

Um dia daqueles para os que querem moleza e um dia daqueles para os que dão duro no batente. Um dia especial para os que sabem viver e um dia comum para os que estão apenas de passagem.

Os dias podem ser de sol, de chuva ou de tempestade. A bonança não vem logo depois, mas faz parte do pacote e vai chegar, você só precisa esperar e perseverar.

Se o seu dia foi duro, apenas relaxe e aproveite porque outros iguais virão e pelo menos nesses, você já saber o que fazer.

Forno e fogão

forno e fogao

Lingüiças peladas, trituradas e na panela, dourando na manteiga e no azeite. Prontas para os tomates e para virar um bom molho. Hora de por a água para ferver.

Não sem antes é claro, registrar a ilustre presença do Soyo, molho inglês, mostarda e um pouco de açúcar. O sal já está no ponto e o molho está pronto.

Água fervendo a todo vapor, massa cozinhando por mais ou menos cinco minutos, mais saboroso do que um miojo e tão rápido quanto.

Travessa untada com um pouco de molho, camadas de massa, presunto, mussarela e molho. Finalização com mussarela fresca ralada e forno por cinco minutos.

Mesa posta, pratos prontos, garfos cheios e felizes. Bom apetite!

Hoje é dia do rei

hoje e dia do rei

E ele mandou você se ligar que a coisa está preta. As loiras partiram para o ataque. As morenas que se cuidem, porque as mulatas estão na pista.

As mulheres cresceram e apareceram, não são mais as menininhas de outrora, muito menos as que brincavam de casinha em um passado distante. Elas são independentes, mães, amantes e excelentes naquilo que fazem melhor, nos seduzir.

O nosso brinquedo de ontem, hoje brinca conosco. Elas trocaram a fragilidade pela ousadia, o medo pelo brilho e o choro pelo esmalte colorido. Os cabelos não são mais os mesmos, mas as nossas meninas ainda nos encantam.

Basta um olhar mais atento para perceber que elas estão melhores, são melhores e ainda fazem com que percamos o pouco de senso que temos. Graças a Deus elas existem e graças a Ele também, elas habitam o nosso mundo.

Hoje é dia do rei e ele está feliz por elas e com elas. Hoje é dia do rei e ele simplesmente não quer que a chama se apague. Portanto a ordem do dia é que você mulher, coloque o seu melhor vestido, o seu melhor sorriso e apenas continue a nos apaixonar.

Partiu Bangu!

partiu bangu

Piedade, Cascadura, Méier! E a favela está feliz e contente assim, sem neurose e nem intriga no lance, apenas um bagulho diferente.

Sentado na beira da calçada assando aquela carne enquanto bate papo com os amigos, a Brahma gelada no copo e o sorriso estampado no rosto. Vida de subúrbio, vida de brasileiro, carioca nato e com muito orgulho.

Pipas no alto, bola rolando, pagode na esquina e as mulatas passando e requebrando pelas ruas da bocada. Tudo na paz, a maior social. Vida de quem sabe viver, vida de artista que levanta cedo para não perder o trem e volta tarde para poder comprar o pão de todo dia.

O dinheiro faz parte e a falta dele também, mas não se vive sem amor no coração e é por isso que estamos na luta e dela não vamos desistir. A vida é para quem se atreve a viver e para quem não tem medo de ousar e sonhar com um futuro melhor.

Partiu Irajá? Inhaúma? Penha?

Partiu Felicidade!

Sacode a poeira

sacode a poeira

Levanta que o dia não espera que você se decida por acordar. Levanta que a hora é essa de você sacudir a poeira e não ficar para trás como muitos, que só vão se lembrar da oportunidade que tiveram quando for tarde demais para isso.

Não espere que as coisas venham até você ou que aconteçam tal e qual você deseja que aconteçam, porque isso é uma utopia.

Mesmo que não fosse curta, essa vida ainda continuaria sendo única e merecedora de atitudes de impacto e firmeza. Nada desse papo furado de amanhã vai ser outro dia, porque se você não viver o hoje em sua plenitude, o amanhã será apenas mais um dia como outro qualquer.

Não desperdice aquilo que você tem de melhor, sua capacidade de se reinventar. Assim como a lua em suas fases, você tem tudo o que é necessário para mudar como um camaleão e surpreender a todos. Faça isso e já!

Novos amores efêmeros surgirão a todo instante e um beijo a mais ou a menos, não irá destruir tudo o que você lutou tanto para construir. Para o alto e avante!

segunda-feira, outubro 11, 2010

Mais uma de amor

Eu gostaria de pedir perdão por tudo o que não fiz para salvar o nosso amor. Gostaria de pedir perdão pelas coisas que disse em nossos momentos de solidão e pelas coisas que não disse nos momentos que alguma coisa precisava ser dita.

Vi suas lagrimas e não compreendi seu choro, vi seu rosto e não enxerguei seus olhos. Me vi refletido em seu olhar e soube naquele momento que você não era mais minha.

Perdi você antes de perder a esperança em nós.

domingo, outubro 10, 2010

Mais um dia

Um dia de muitas coisas a serem feitas é como um dia em que temos que carregar o mundo em nossas costas, é um dia em que se nada for feito se torna perdido e ficamos sem rumo.

Um dia de muitas coisas a serem ditas é como um dia em que temos que falar tudo aquilo que o mundo quer ouvir, é um dia em que se nada for dito se torna silencioso demais e ficamos sem rumo.

Um dia como o de hoje, em que você não está mais aqui e eu não estou mais aí, é como um dia de muitas coisas a serem feitas e muitas a serem ditas. Um dia em que nada foi feito e nem dito. Perdemos o dia, o rumo e em silêncio assistimos a tudo terminar.

Eu era mais feliz antes de perder a fé em tudo o que construímos.

sexta-feira, outubro 08, 2010

Deixa rolar

deixa rolar

Essa noite vai ser boa vai sim
Vai ser boa pelo menos pra mim
Nem que seja só por que eu tô afim
Essa noite vai ser boa e foi pra isso que eu vim foi,
O que passou passou pode esquecer
É rolou não sei que lá não sei o que
Mais agora tudo pode acontecer
Chega mais que eu tô sentindo que eu não vou me arrepender vem,
Chega bem chegado meu bem,pô
Já tô te secandofaz tempo,pô
Você se esconde igual nota de cem
Achei pode vim que não tem erro vem que tem,pô
Ti vendo você tá maravilhosa só não quero propaganda enganosa
Tá a vida não é sempre um mar de rosas
Mais a noite tá gostosa

Se tudo pode acontecer
O que tiver que ser será
E se tiver que ser vai ser (o que tiver que ser vai ser)
Se tudo pode acontecer
O que tiver que ser será
E se tiver que ser vai ser(tudo pode acontecer)

Deixa rolar, deixa rolar, deixa rolar,deixa rolar,deixa rolar,deixa rolar,deixa rolar...

Gostosa na verdade ainda é pouco
Eu sei que eu devo estar ficando louco
Mas já vai amanhecer e eu vou levar você pra ver o sol nascer entre quatro e poucos
Está delirio etá colírio para vista tá
Nem sei se eu tô sonhando me belisca tá
Nem sei se eu sou o peixe ou sou a isca
Mas eu sei que o bicho tá pegando aqui na pista
-ei!será que eu já te vi em algum lugar?
Tá aqui sozinha agora já não tá é....
Aí não sei o que não sei que lá
Tudo pode acontecer e se tiver que ser será
Seria muito triste mas hoje eu poderia estar em casa sem saber se você existe
Mas deus olhou pra gente e te pois na minha frente
E o diabo também quer que eu te conquiste

Essa noite vai ser boa vai sim
Vai ser boa pelo menos pra mim
Nem que seja só porque eu tô afim(eu tô afim)

Essa menina quer me enlouquecer
Mas se eu já era maluco agora o que eu vou ser
Agora qual vai ser qual vai ser a minha sina
Essa menina quer me enlouquecer
Essa menina,essa menina
Tá perdendo o respeito
Essa menina quer brincar
Então brinca direito
Eu fui dizer pra ela que eu sou sujeito homem
Ela me disse que não que eu era um homem sujeito
Tá perdendo seu posto com muito jeito eu ainda consigo ser sujeito composto
E ela tem predicado pra me fazer de objeto
Verbal,nominal,indireto e direto
Essa menina quer me enlouquecer
Mas ela vai comigo pro hospicio

Gabriel o Pensador e Negra Li

Você me olha e eu digo sim

voce me olha e eu digo sim

O seu olhar cruzou com o meu no exato momento em que nos conhecemos e nesse momento todo o resto passou a ser apenas o resto de tudo o que conhecemos um dia e que hoje faz parte do passado.

O nosso passado não é distante e está presente, mas não vai nos atrapalhar e nem deixar que o seu olhar deixe de cruzar com o meu. O nosso olhar está fadado para sempre a se cruzar, pois o nosso olhar precisa se encontrar para que possamos nos falar.

Seus olhos me dizem tudo ao mesmo tempo em que me escondem os seus segredos mais íntimos, os seus segredos de mulher, de menina, os seus segredos que vou desvendar.

Você me olha e não tenho como não dizer sim. Eu te olho e você não tem como me dizer não.

Nos olhamos e o mundo não tem como nos negar esse momento, só precisamos querer e tudo vai acontecer.

quinta-feira, outubro 07, 2010

Me deixa ser eu e lhe deixo ser minha

me deixe ser

Seja minha e serei eu, apenas eu, aquele cara que você conheceu na esquina enquanto esperava pelo príncipe encantado que nunca veio e nem virá porque ele não existe. Se ele existe, não deve saber de você, pois não seria louco de deixá-la esperando por tanto tempo.

Uma vida? Uma eternidade? Por quanto tempo você esperou pelo homem montado no cavalo branco? Muito tempo eu suponho e por isso mesmo, deu graças a Deus quando me encontrou ali, apenas sendo o que eu sempre fui, eu mesmo e nada mais.

Portanto, vamos deixar as coisas como estão e eu continuo sendo eu mesmo e você sendo apenas minha. Sem concessões ou coisas do tipo, você é minha e não espera mais por um príncipe que não virá e eu sou eu.

Melhor assim para mim e muito mais para você.

quarta-feira, outubro 06, 2010

Não me olha assim…

nao me olha assim

Não faz assim comigo, não faz assim conosco. O jeito com que você me olha é único, inebriante e desafiador, um desafio que eu quero enfrentar. O brilho dos seus olhos refletido nos meus é o que me faz pensar em coisas que não sei se deveria ou na verdade, em coisas que eu deveria, mas não posso.

Olhar você e ver você me olhar, sem poder tocar seu rosto ou beijar seus lábios é algo como estar diante a uma miragem, com a diferença de que você é real, até demais.

Sentir o seu perfume e saber que podemos ser um só no momento em que você disser que sim, é o que me permite sonhar e acordar todos os dias, com você em meus pensamentos.

Não me olha assim...

terça-feira, outubro 05, 2010

Para os pequenos e para os maiores

para os pequenos 

Sem o remorso dos dias anteriores e com a voracidade dos dias atuais, partimos em busca daquilo que nos faz bem e nos coloca no mesmo patamar de conforto de todos os outros mortais. Mortais esses que vagam pelo mundo a semear a insatisfação sob a forma de uma vida plena de realizações que nunca acontecem e nem vão acontecer, porque elas simplesmente não existem.

Se de verdade, as coisas tivessem o poder de mudar o conceito que temos de mundo, elas fariam todo o sentido no contexto atual, mas elas não têm. Essa é uma compreensão difícil e requer tempo, o que torna as coisas ainda mais complicadas.

Nunca temos tempo para assimilar uma idéia, um pensamento, um conceito, porque sempre estamos mais preocupados em gastar esse tempo na execução de uma tarefa que nem sabemos como fazer e para que serve. Precisamos que as coisas aconteçam, sejam elas úteis, necessárias ou não.

Depois que elas acontecem e nos frustram, pois não saíram como esperávamos, mesmo que não saibamos o que esperávamos e nem se as coisas que fizemos se prestavam a este propósito, buscamos o conhecimento. Infelizmente buscamos apenas conhecer o passado e investigar as causas de nosso insucesso anterior, quando deveríamos tentar conhecer o que está por vir e muito mais o presente.

Muitos dos erros atuais se devem à repetição ou a tentativa de se copiar o passado, corrigindo os erros e aparando as arestas. Isso não funciona em todos os casos, pois as situações são distintas e pedem comportamentos distintos e mais específicos.

O obvio sempre deve ser tentado, mas nunca considerado como solução ideal. É a solução do momento, a que funciona a contento naquele instante e por vezes a mais fácil de implantar. A mais eficaz sempre é a trabalhada, a preparada e pensada para aquela situação especifica.

Uma mulher sempre será uma mulher, mas uma mulher não é igual às outras mulheres. Por serem distintas entre si, elas precisam de abordagens idens e não a repetição de algo que deu certo no passado ou a correção de um erro anterior.

De certo e com base na individualidade das coisas, que os trabalhos de força e habilidade não são apenas trabalhos, são obras de arte em forma de bolo de aniversário. Para os pequenos um queijo, para os maiores o eterno receio de uma vida feliz e sem emoções.

 

Contos e encantos Copyright © 2007 - |- Template created by O Pregador - |- Powered by Blogger Templates