sábado, janeiro 20, 2018

Elisabeth 5

elisabeth 5

Fortes são os ricos de coração. Fracos são os pobres de alma. Eu sou Elisabeth, mas pode me chamar de Beth, muito prazer! Cobro caro, mas faço direito. Tributário, porque viver de pequenas causas e porta de cadeia não combina com a minha estirpe.

Não sou mulher de pouca coisa. Sabão em pó, a minha roupa lavada primeiro. Tanta merda acontecendo no mundo e o ser humano preocupado com os fogos do ano novo. Fogos se explodem, literalmente, e a gente se fode, muito mais literalmente ainda. Desbocada eu? Imagina, impressão sua.

Já falei que me chamo Elisabeth, mas que você pode me chamar de Beth? Falei. Então bem, melhor assim. Não gosto de começar nada sem as devidas apresentações de praxe. Mania minha, costume que herdei de minha mãe e vou passar para os meus filhos, os dois. Falei que tenho dois? Não? Desculpe o lapso, mas não tinha haver com a pauta.

Advogo por prazer, por gostar muito da coisa. Já pequena assistia com meu pai os filmes na TV e sonhava um dia entrar no tribunal e falar umas poucas e boas para o juiz. A vida real não é assim, eu sei, eu moro no Brasil e aqui não tem nem um por cento do glamour dos tribunais lá de fora. Foi por isso que escolhi o tributário, menos glamour e mais dinheiro. Grandes empresas pagam bem para manter seus tributos em ordem e se possível ainda recuperar um troco.

Eu cobro bem. Faço direito. O resto é história que alguém vai contar em algum lugar e outro alguém vai acreditar, mas eu não estou nem aí, quero mais é tudo se exploda.

Imagem do post: Tumblr / Here are beautiful people

sexta-feira, janeiro 19, 2018

Elaine 5

elaine 5

Pare de pensar no tempo que passou. Pare de contar moedinhas. Pare de fazer um monte de perguntas. Ignore todas as gracinhas.

Tente viver sem correr. Tente sorrir sem cobrar. Tente não ser agradável. Faça de conta que tudo aconteceu como tinha de ser e se não aconteceu é porque não era para ser.

Pare de pensar no tempo que passou, enquanto você dormia. Pare de contar moedinhas, notas são de papel. Pare de fazer um monte de perguntas, concentre-se em mim. Ignore todas as gracinhas, você é melhor que isso.

Tente comer com prazer. Tente chorar sem sofrer. Tente ser mais maleável. Faça de conta que tudo terminou e quem sabe você viva melhor.

Imagem do post: Tumblr / Readheads be here

quinta-feira, janeiro 18, 2018

Débora 5

Debora 5

Pena de um pedaço de pão no meio do salão e lá se foi a multidão. Um mundo de cores distintas no céu azul de dezembro e nem era natal. Feriados a mil e eu a culhão, sem saco para amar, sem saco para decifrar enigmas e muito menos contemplar a espuma das ondas batendo na areia.

Vai me fazer de idiota então faça logo, com urgência, tenho pressa em ver seu sorriso sarcástico enquanto imagina que estou adorando a sua companhia. Vai me trocar por um jogo qualquer da NFL então que pelo menos me permita sair da sala.

Coragem para comprar todos tem. Coragem para vender só poucos. Ainda tem café e leite na geladeira. ainda estou aqui. ainda consigo deitar na cama, abraçar o travesseiro e dormir sem pensar em você. Nunca fui boa atriz.

Imagem do post: Tumblr / As I see you

quarta-feira, janeiro 17, 2018

Daniela 5

daniela 5

Para que chorar suas lágrimas tão vazias perto de mim. Para que sorrir seu riso tão sincero a quem não merece. Para que perder tempo com coisas banais. Porque não pensar em nós enquanto ainda há tempo .

Fazer o que você faz só por fazer é ser pequena demais em meio a grandes ideais. Viver a plenitude não significa esquecer que tudo no mundo está ligado ao nosso querer.

Perder você foi ruim demais.

Perder você me tirou a paz.

Não ter você me fez compreender que a vida não é tão simples de viver.

Imagem do post: Tumblr / As I see you

sábado, dezembro 30, 2017

Claudia 5

claudia 5

Dias iguais são tão distantes quanto dias desiguais e a diferença entre eles é que quando sai o sol e a lua se esconde, Claudia sai da toca. Antes habitante da noite, hoje adoradora do dia. Quanta alegria vê-la passar.

Ela nunca gostou do simples, nunca foi adepta do fácil, nunca pegou atalhos e muito menos negociou o que não tinha para ter o que não precisava. A noite ela adormece, de dia ela resplandece.

Uma coisa complementa a outra, precisamos tanto do dia quanto da noite. Precisamos tanto do mar quanto do ar. O mundo precisa tanto da Claudia quanto eu e ambos somos dependentes de sua leveza.

Imagem do post: Tumblr / As I see you

sexta-feira, dezembro 29, 2017

De que lado você está

de que lado voce esta

Na fila do pão você escolhe ou deixa nas mãos do padeiro? Você não se importa ou prefere não perder tempo? Você aceita porque é mais cômodo ou porque pensa que não vale a pena? Quem é você?

Você é aquele que sabe que pode fazer muito mais, mas que não quer se esforçar enquanto outros descansam. Você é aquele que pretende chegar a algum lugar, mas que não quer ter trabalho para isso. Você quer o melhor, mas sem ter que lutar para isso. Você sabe que um dia pode encontrar o bilhete premiado e espera por isso, sentado.

Tudo na vida tem um preço, mas você não vai pagar esse preço. A questão não está bem formulada na sua mente e por mais que você tente, não consegue explicar o porquê tem que ser assim. Você apenas sabe que é e pronto. Menos doloroso seria se fosse fácil, menos doloroso seria se pudesse ser a sua maneira.

Sábios foram seus pais que não fizeram questão e mesmo assim chegaram lá. Eles te deram um lar, estudo e a capacidade de se expressar, mas não podiam imaginar que você não ia usar nada disso a seu favor. E na fila do pão, venha o mais queimado ou o mais borrachudo, você não está nem aí porque sabe que todos vieram do mesmo forno, preparados pelas mesmas mãos e que apenas por uma questão de sorte ou destino eles saíram diferentes.

Imagem do post: Tumblr / Here are beautiful people

quinta-feira, dezembro 28, 2017

Cristina

cristina

Nunca fui uma mulher moderna dessas que ajustam o próprio tailleur. Nunca fui tão sincera tipo essas que só fazem dieta. Sempre fui verdadeira e falei muita besteira, por isso mesmo que hoje me encontro em total desencontro. Não começo o livro que nunca li. Não comemoro vitórias inglórias e até o presente, quando não tão belo, fica distante e muito diferente do que idealizei.

No meu reino não há rei, mas sou a rainha. Passarela, tela em branco e quem me dera ousar mais. Subir as escadas é fácil, cair do telhado mais ainda. Um dia vou mais longe, por enquanto quero só continuar a caminhar e deixar o tempo passar.

Tão reconfortante quando o sol adentra o quarto e a neblina vai sumindo devagar. Tão reconfortante quando acordo e não penso mais em nada. Os sonhos carregam uma dose muito grande realidade, mas eu nunca fui de me iludir com isso. Pesadelos são mais sinceros.

Imagem do post: Tumblr / Models instagram

quarta-feira, dezembro 27, 2017

Carla 5

carla 5

O tempo todo eu tomo guaraná, suco de caju e maracujá. O tempo todo eu paro para pensar e chego a conclusão que ainda não vai dar. Preciso muito de um guaraná, suco de caju e maracujá.

Carla é faceira uma mulher guerreira, já foi muito arteira, mas agora está solteira. Ela quer mesmo é namorar, depois tomar um guaraná, suco de caju e maracujá.

Ela quer alguém que saiba o que deve fazer. Ela não tem tempo a perder. E o tempo todo ela começa a acreditar que é bem distante, mas mesmo assim dá para chegar.

Imagem do post: Tumblr / Models instagram

terça-feira, dezembro 26, 2017

Cibele

cibele

Pura pele e ainda há quem não queira dessa maneira, ainda há quem não sinta, quem diga que passa e não desata. Pura pele, puro contentamento sem fim, medidas sem igual. Nada muito fenomenal, apenas o suficiente para valer a pena, muito a pena.

Cibele, metralhadora ambulante de palavras simples, versos fáceis, voz suave. Cibele, mulher de quem tem coragem e condições de manter. Sofisticação em curvas e um sorriso iluminado. Para poucos, para únicos, para os que sabem o valor de alguém como ela.

Mesmo sendo apenas criação da imaginação fértil de tantos, é como se fosse real.

Imagem do post: Tumblr / Inked & sexy girls only

segunda-feira, dezembro 25, 2017

Camila 5

camila 5

Questão de gosto olhar mais para trás do que para frente. Questão de vontade se interessar mais pelo passado. Questão dela mesmo, viver um mundo distante do real, viver em um castelo cercada de flores e duendes por todos os lados.

Questão da pessoa achar que será salva pelo príncipe. E cada um tem a sua questão, cada um tem o seu querer. Ela tinha o dela e convivia bem, se é que se pode dizer isso, com ele.

O futuro sempre a incomodou a ponto dela não querer fazer parte dele. Ela prefere não conhecer o que virá, prefere não encarar a realidade que bate a porta. É mais fácil, assim ela pensa, reler os mesmos livros diversas vezes do que se surpreender com uma nova e inesperada história, mesmo que ela possa ser a melhor história da sua vida.

Imagem do post: Tumblr / Redheads be here

 

Contos e encantos Copyright © 2007 - |- Template created by O Pregador - |- Powered by Blogger Templates