quarta-feira, março 01, 2017

Todo carnaval tem seu fim

todo carnaval tem seu fim

Não fará a menor falta ver escolas de samba desfilando pela suntuosa avenida se ano que vem ao invés tivermos blocos tradicionais arrastando a multidão. Não fará a menor falta a transmissão dos desfiles se ano que vem no lugar a Vênus platinada exibir a reprise de uma novela ou um filme daqueles que já passou milhares de vezes na sessão da tarde.

Quem estiver disposto a ser enganado por resultados forjados, tramas de bastidores e grana que rola solta, pode continuar a pagar uma pequena fortuna para assistir aos desfiles diretamente na fonte. Gosto muito de carnaval, gosto dos blocos, do tempo sabático, da animação, mas não gosto da indústria em que se transformaram os desfiles e do uso que se faz da imagem de pessoas que nada ganham para estar ali, se doando para o "show".

Tudo na vida tem um fim e para mim, com toda a sinceridade, esse ano, poderia ser decretado o fim de toda essa encenação sem nexo e sem sentido.

Imagem do post: Google

E viva a Azul, Vermelha, Amarela, Verde e Branco

E viva a Azul, Vermelha, Amarela, Verde e Branco

A cada ano aumenta o escárnio, a falta de respeito e de vergonha na cara. O carnaval, esse em que o povo brinca, se diverte nos blocos e ou descansa, vai bem obrigado. O comércio, a manipulação, a cara de pau e a armação que é o desfile das escolas de samba também vai bem, vai bem mal e não tem mais sentido nenhum.

O desfile das escolas de samba só existe porque existem otários, digo pessoas, que pagam por ele. São gringos deslumbrados, "torcedores" apaixonados e iludidos, rede de televisão e outro tanto de gente que acha que papai noel vira em Dezembro. Não existe essa coisa de espetáculo, de show, de alegria. O que existe é tão somente um mercado que se alimenta, a cada ano de forma mais voraz, de grana, muita grana.

O amor se foi com as cordas dos desfiles da praça onze, com a megalomania dos efeitos pirotécnicos, a "grandiosidade" dos carros alegóricos e a vontade cada vez maior de se ganhar mais e mais dinheiro. Os sambas enredos são "fabricados", seguem um padrão, tal e qual receita de bolo, são todos feitos na mesma forma. Os enredos são patrocinados, leva quem da mais e não quem tem um boa ideia.

Foi-se o tempo em que fazia sentido acreditar que a força da comunidade faria a diferença. Foi-se o tempo em que a harmonia contava pontos e que "buracos" durante o desfile tiravam pontos. Hoje vale o que é combinado nos bastidores alguns meses antes dos desfiles, vale o que se acerta através de notas de cem reais em transferências bancárias para as contas de quem comanda o show e dita as regras. Ganha a escola que tiver mais cacife, a que tiver um caixa maior para "bancar" o show e para ser feliz.

Hoje ganha a Azul, Vermelha, Amarela, Verde e Branco, mas perde-se o que antes era só a vontade de fazer bonito com samba no pé e na garganta.

Imagem do post: Google

Técnica x emoção

tecnica x emocao

A técnica se sobrepõe a emoção e por conta disso nem sempre a escola que mais empolga e agrada ao público é a que “vence” o carnaval. Jurados enxergam os detalhes, veem aquele fio solto na fantasia das baianas, observam aquela lâmpada de led apagada no carro abre alas. Jurados têm olhos de lince.

O publico, a massa, vê o brilho e a beleza da escola de coração, por isso que dificilmente aceita quando uma escola fria, que passa sem emoção, ganha as maiores notas. Eles não sabem que os jurados de bateria podem identificar um tamborim, em meio a mais de trezentos ritmistas, desafinado e por isso, é que tiram um décimo da escola preferida da maioria.

A emoção só se sobrepõe a técnica quando todas as escolas erram além da conta e nesse caso os jurados tiram menos pontos da escola que desfilou com mais amor no coração.

Imagem do post: Google

Alá, laô

ala lao

O bloco dos descontentes esse ano passou bem mais tranquilo, as reclamações foram suaves e ao que parece a grande maioria descobriu que pode passar o carnaval sem se preocupar com a alegria alheia.

Todos os anos os que não gostam da folia, mas aproveitam os cinco dias de feriado, insistem em mal dizer os desfiles, os blocos de rua, os trios elétricos e todo o resto. Eles acham que com suas lamurias estão fazendo um grande favor à sociedade e que no próximo ano não teremos carnaval.

Não gostar de algo é totalmente compreensível, mas querer que esse algo deixe de acontecer por pura birra, é algo que não faz sentido.

Imagem do post: Google

Fofurices

fofurices

- Cabecinha linda, mulher da minha life, coisa rica do papai... O que você deseja?
- Desejo tudo de bom para você e todos os seus.
- Você é parte dos meus.
- Sim.
- Que bom.

Sobe o tom. Aumenta um pouco o volume e tenta não chorar. Controla a emoção. É festa.

- Vamos brindar?
- Á mim?
- Á nós.
- Debaixo dos lençóis para rimar ou em qualquer outro lugar só para contrastar?
- Por cima dos lençóis para implicar.

Abaixa o tom. Diminui um pouco o volume e tenta não rir. Descontrola. Perde o tino e faz uma loucura. O ritmo é de aventura.

- Corta!
- Para!
- Segue!
- Eu te amo!
- Também te amo, mas preferia que não estivesse tanto calor.

Imagem do post: Tumblr / Morningstar

Puro álcool da fruta

puro alcool da fruta

Só um limão. Um misero e único limão para fazermos um litro de caipirinha. Quem não sabe fazer contas, quem não tem o mínimo conhecimento de causa, pode pensar que esse limão não é suficiente. Com anos de experiência na preparação dos mais diversos drinks e bebidas, categoricamente posso afirmar que com um só limão é possível fazer até dois litros de caipirinha.

Bastante gelo. Muito gelo. Açúcar, não muita. Limão, esse único que temos. Cachaça e só.

Misture tudo em um recipiente grande e pronto. Um litro de caipirinha com apenas um limão.

Imagem do post: Google

Pequeno atraso

pequeno atraso

Primeira, segunda, terceira. Não engatamos a quarta marcha por pura falta de tempo hábil para darmos inicio ao segundo tempo da operação lua de mel antecipada. Casamento às pressas, sua família aflita, convidados nervosos e nós dois presos dentro daquele quarto de hotel. O telefone não parava de tocar e enquanto você recolocava o vestido eu respondia as mensagens do Whattsapp.

Sua mãe histérica mandou um áudio de cinco minutos esculhambando a porra toda. O padre abandonou a igreja e o seu tio Carlos, já um pouco tonto depois de algumas doses de uísque disse que tinha condições de fazer o casamento.

Você levou tempo demais retocando a maquiagem, o UBER se perdeu e não achou o hotel, resultado disso tudo, chegamos atrasados ao nosso próprio casamento. Coisa de umas três horas, nada demais.

Imagem do post: Google

Despedidas são sempre assim

despedidas sao sempre assim

O seu beijo foi tão longo e profundo que ainda me pergunto por que você se foi. Saímos pela mesma porta e você virou a direita, entrou em seu carro e partiu. Minha ultima visão foi a do seu rosto calmo e sereno olhando fundo em meus olhos. Despedidas são sempre assim, desse jeito sofrido, dessa maneira estranha e desnecessária. Despedidas não deveriam acontecer.

Nosso caso não foi por acaso como tantos outros. Conhecemo-nos no jardim de infância e você era só uma menina pirracenta e mimada. Eu era um menino cheio de sonhos, além dos recheados de doce de leite. Estudamos juntos até o ginásio, quando você se mudou para Curitiba e eu fiquei em Londres.

Quinze anos depois nos vimos em uma praça de Nova Iorque, trocamos olhares, mas não nos falamos. Você já estava de braços dados com outro e eu, tímido, não quis incomodar o casal. Nosso filho nasceu em Dezembro daquele ano. Fui promovido em Abril. Fez frio no inverno. Não viajamos no feriado.

Imagem do post: Tumblr / Redheads be here

Três horas. Trinta e cinco dias.

tres horas trinta e cinco dias

Trinta e cinco dias em três horas. Trinta e cinco dias sem noticias algumas de ninguém. A ilha tão deserta estava agora habitada por cento e cinquenta pessoas e não pode mais ser considerada deserta.

Uma tribo de seres indiferentes a tudo tomou conta da ilha e dele nunca mais saiu. Sem recursos naturais era esperado que eles não resistissem, mas eles resistiram e ainda habitam a ilha. O tempo necessário para o fim surpreendeu a todos afinal foram trinta e cinco dias em apenas três horas.

Noventa e cinco mulheres e cinquenta e cinco homens não sobreviveram e em três horas foram dizimados por uma enorme vontade de serem mais do que meros habitantes de uma ilha outrora deserta.

Imagem do post: Google

terça-feira, janeiro 24, 2017

Mesmo longe de mim

mesmo longe de mim

Você se separou de mim e não foi algo tão ruim assim, no meu entendimento foi coisa de momento e em breve você vai pedir para voltar. Você nunca me ignorou assim, deixou de me atender, de me ligar e de se importar.

Você agora parece que me esqueceu, parece que não sabe quem eu sou, perdeu totalmente o amor que sempre me devotou.

Isso aconteceu não sei por que, não consigo achar explicação e no meio de toda essa confusão, mesmo com o pensamento a mil desejo a você, de todo coração, que seja muito feliz.

Imagem do post: Tumblr / Here are beautiful girls

segunda-feira, janeiro 23, 2017

Na tela da TV, no meio desse povo

na tela da tv no meio desse povo

Falem mal, mas não mudem de canal. Esse deveria ser o slogan da Vênus prateada, a emissora mais odiada e ao mesmo tempo a mais assistida. Existe algum prazer oculto no ato de assistir a programação de uma emissora que todos dizem ser “vendida”, “comprada”, “manipuladora”, “falsa”, “sem escrúpulos” e “de programas detestáveis”.

Às vezes involuntariamente me pergunto por que as pessoas perdem tempo assistindo algo que não gostam e acho que é pela simples necessidade de falar mal da emissora, de tecer comentários jocosos a cerca do é transmitido. Parece que só existe esta emissora na face da terra ou que seus programas, únicos, são obrigatórios, mesmo sendo taxados como desprezíveis.

Hoje a informação está ao alcance das mãos através dos dispositivos moveis, pode ser encontrada nos transportes públicos, nos alto falantes das praças e em diversos outros locais por onde circulamos todos os dias. Por isso focar apenas na emissora líder como fonte de informação e ainda assim não cofiar nela, é totalmente contraditório.

Imagem do post: Google

Daqui onde estou

daqui onde estou

Moro em um lugar bem distante, bem longe de todo mundo onde ninguém pode me achar. Quem me encontra pelo caminho vê que eu não ando sozinho e por mais que seja difícil continuo a caminhar. Penso que aqui onde estou o céu azul protege, o sol ilumina e não me deixa fraquejar.

Posso ver o mar, contemplar o luar e as estrelas que brilham ao anoitecer.

Daqui onde estou sinto a brisa fria, ando sem destino, invento versos e sou grato pela paz que tenho. Pouco para muitos, mas muito para quem um dia quis apenas a liberdade de poder sorrir sem motivo algum.

Imagem do post: Tumblr / As I see You

Marcas 2

marcas 2

Um corte não é só um corte se deixa cicatriz. Quando fica na pele e não sai da mente, cria raiz. Cresce ainda mais por pertencer. Você saiu de mim, mas me deixou assim vazio, órfão de um amor que foi tão bom. Refém de uma paixão. Cego de esperança de não te perder.

Dói quando a lembrança vem à tona. Machuca ainda mais quando quero sorrir e não consigo chorar. Pensar em nós é a pior maneira de sobreviver.

Vivo de noites mal dormidas sem você aqui. Vivo de um passado tão presente que não me deixa em paz. Vivo de memorias tão bonitas que às vezes me pego a te buscar em qualquer lugar.

Imagem do post: Tumblr / Possibly the most beautiful eyes in the world

Marcas

todo nosso amor

Quem descobre o quanto caminhou depois de tanto tempo de jornada, conhece o sentimento na raiz, percorre a trajetória dos incautos e sai na frente dos que não arriscam. Quem ajuda o tempo sem demora acelera a vida na chegada, parte do começo até o fim e depois conta os versos de um sonhador.

Ousam os que riem de verdade e também os que não pensam na idade, os que têm coragem e os que têm vontade, todos aqueles que ainda estão atentos. Faz frio lá fora e aqui dentro só você. Chove em meu peito e o silencio é a melhor maneira de pensar que ainda dá para esquecer e perdoar.

Embora seja frágil. Embora seja breve.

Demora. Volta.

Lábios que um dia beijei. Corpo que um dia abracei. Pele que um dia toquei. E é tão difícil esquecer o que não se esquece. É tão difícil apagar do coração o que não se apaga.

Embora seja frágil ainda há razão. Embora seja breve ainda vale a pena.

Demora, mas tem razão de ser. Volta porque eu gosto de você.

Imagem do post: Tumblr / Sweet adorable girls

Todo nosso amor

todo nosso amor

Tudo o que eu queria
Era morar na Bahia
De frente para o mar
E poder te encontrar

Tudo o que eu queria (Oh que alegria)
Era morar na Bahia
De frente para o mar
E poder te encontrar

Tudo o que desejo
Além do seu beijo
É te encontrar
Para te namorar

Dar-te o meu amor
Com o sol a brilhar
Nesse paraíso
Sem me preocupar

Tudo o que eu queria
Tudo o que desejo
Tudo o que vivemos
Todo nosso amor

Imagem do post: Tumblr / Possibly the most beautiful eyes in the world

terça-feira, janeiro 17, 2017

Novos tempos

Close-up of Priest collar

- É muita Zé ruelização do padre Antônio, alguém precisa intervir enquanto há tempo.
- Espia, não pia, o que está acontecendo?
- Você não sabe?
- Estaria perguntando se soubesse?
- Não sei você é louco, mas vamos aos fatos. Padre Antônio vai se mudar! Comprou uma casa na costa do Sauipe e está indo para lá no final do mês.
- E só por isso você está fazendo todo esse escândalo.
- Só? Você não está vendo que quem vai realizar as nossas missas agora será o padre Carlos.
- E você não gosta das missas realizadas pelo padre Carlos?
- Alguém gosta?
- Ninguém nunca falou mal.
- Não falou para você. Quando ele começa a cantar emoções do Roberto Carlos na hora da comunhão é um Deus nos acuda. E quando inventa de repetir o sermão da montanha em inglês porque acha que algum turista pode estar na igreja dá vontade de chorar.
- Ah eu gosto quando ele faz o moonwalker e joga agua benta para o alto.
- Você acha isso engraçado, mas saiba que isso é um desrespeito à santa igreja.
- Desrespeito é implicar com o pobre padre Carlos só porque ele é criativo e realiza uma missa diferente. Acorda hoje os tempos são outros.

Imagem do post: Google

segunda-feira, janeiro 16, 2017

Sonho azul

sonho azul

Você sonhou um dia comprar uma bicicleta azul da cor do mar. Você sonhou andar nessa bicicleta sentido a brisa do mar. Você sonhou tanto com essa bicicleta que agora ela é sua. Uma bicicleta azul da cor do mar, com rodas prateadas, guidom reto e porta garrafa.

A tão sonhada bicicleta é realidade, mas a brisa do mar ainda continua distante. Mesmo pedalando muito, suando muito e fazendo um enorme esforço, chegar até lá não será possível.

O sonho azul foi realizado pela metade, mas foi realizado. O sonho azul existiu e ainda continuará a existir enquanto no horizonte houver a esperança de que a brisa do mar possa ser sentida em toda sua intensidade.

Imagem do post: Tumblr / Redheads be here

sexta-feira, janeiro 13, 2017

Não conto com ninguém

nao conto com ninguem

O que a sombra da poeira não levou eu vou levar para bem longe daqui. O que a sombra da poeira deixou escapar eu vou guardar em algum lugar. Não quero saber de flores, não quero saber de amores, só sei que eu vou levar e guardar. Hoje enquanto o mundo espera e todos acham que pode haver esperança, eu só penso em descansar.

A vida me fez assim um pobre sonhador sem destino, morada ou lugar para estacionar. Meu carro anda a cem, não conto com ninguém, eu só quero chegar.

Destino é algo complicado demais e quem acredita nele ainda vai ser passado para trás. A crueldade não é desconhecer o futuro, mas sim ignorar o passado pensando que assim as coisas se tornam mais fáceis. As coisas nunca serão mais fáceis para aqueles que ignoram fatos. Aconteceu, foi real, não se apaga.

Imagem do post: Tumblr / #burbb

quinta-feira, janeiro 12, 2017

O levante dos que não foram

o levante dos que nao foram

Abra as portas que se fecharam antes que elas nunca mais possam ser abertas. Liberte-se dos seus piores medos mesmo que você não possa jamais se libertar deles, pois eles existem, são tão reais quanto os sonhos que você não terá por estar ocupado demais pensando em formas de deixar de existir.

Ignore. Ore. Não chore. Deixe a chuva molhar seu rosto e tão somente agradeça.

Tudo o mais que possa existir só existe porque você permite que isso aconteça. A mola mestre de toda operação é o seu pensamento, portanto, não deixe que ele faça com que você perca a cabeça. Em momento algum feche os olhos. Em momento algum perca a esperança. E jamais pare de caminhar.

Não é pra frente que se anda como diz o ditado e sim seguindo em frente que se chega a algum lugar. Não é você que perde quando deixa de ganhar e sim a vida que trapaceia e muda as regras do jogo. Cada começo pode ter infinitos finais e a você é dado o poder de escolher um deles e tentar ser minimamente feliz.

Imagem do post: Tumblr / Here are beautiful people

quarta-feira, janeiro 11, 2017

Bom dia 2

bom dia 2

Bom dia sol, bom dia lua, bom dia natureza, bom dia eu.

Bom dia sol, bom dia lua, bom dia natureza, bom dia eu.

Bom dia a todos os colegas, a quem ainda está dormindo. Bom dia a quem está sorrindo, bom dia a quem está cantando.

Bom dia a quem está feliz. Bom dia, bom dia.

Bom dia sol.

Bom dia lua.

Bom dia natureza.

Bom dia eu.

Bom dia que beleza. Viva a paz e a certeza.

Imagem do post: Tumblr / Why not?

terça-feira, janeiro 10, 2017

No reino da babilônia

no reino da babilonia

Há diversas coisas tão interessantes no reino da babilônia, pessoas legais, sorrisos bonitos, que perder tempo tentando ser normal não está com nada. Gente envolvente, suor escorrendo, pele queimando, porque tentar ser normal.

No passado podia fazer sentido ser normal, ser certinho, seguir os padrões, mas hoje não é. Ser louco não é o oposto de ser careta. Conheço loucos mais caretas do que os caretas tradicionais e também conheço gente estranha que finge ser o que não é para tentar se encaixar.

No reino da babilônia, essa selva em que vivemos, quem não sonha dorme acordado. Quem não ousa perde a viagem e quem faz tudo só para tentar ser o que não é se perde no meio da multidão.

Imagem do post: Tumblr / Possibly the most beautiful eyes in the world

segunda-feira, janeiro 09, 2017

Autenticidade

autenticidade

Felicidade é ter bolinhas de cristal na estante. Felicidade é rasgar o verbo sem mexer no dicionário. Felicidade é ser autentico. Felicidade é felicidade.

Já comprei felicidade em banca de jornal, em prateleira de supermercado e em gondola de posto de gasolina. Já fabriquei felicidade em casa, até exportei. Nunca fui feliz de verdade quando quis fazer o que todos fazem, quis parecer com os outros e deixei de lado as minhas experiências.

Fui feliz quando segui meus instintos, quando quebrei o ovo sem me preocupar com a gema, quando ignorei os modismos e não maneirei no conteúdo. Fui feliz quando liguei o foda-se sempre que precisei e sempre é preciso.

Imagem do post: Tumblr / Pretty girls

domingo, janeiro 08, 2017

A mulher mandou matar

a mulher mandou matar

A mulher mandou matar os coleguinha tudo, os coleguinha tudo matou a mulher. Ela morreu em pé e não deu nem trabalho foi mais fácil do que eu imaginei. Ela caiu sentada e levantou deitada foi tão maluco que jamais pensei. Eu quero mais, eu quero paz e é assim que tem que ser. Ela falou demais, tirou o meu sossego e só por isso fui embora mais cedo.

A mulher mandou matar e eles não morreram, ao mesmo tempo foi ela quem se foi. A mulher mandou. A mulher ousou. O caldo desandou. A coisa piorou e nada mais foi como era antes.

Imagem do post: Tumblr / As I see You

sábado, janeiro 07, 2017

A gente não se encontra no Bob’s

a gente nao se encontra no bobs

O atendimento do Bob’s nunca foi dos melhores, mas os seus sanduiches, milk-shakes e afins compensavam toda a morosidade e falta de cuidado. O Big Bob’s hora vinha sem molho, hora vinha encharcado de molho. O Bob’s sempre foi a única lanchonete onde você demorava a ser atendido mesmo que ela estivesse vazia e aí acho que o fato dela estar vazia fazia com que os atendentes não se esforçassem nem um pouco para agilizar as coisas.

Hoje retornei ao Bob’s e constatei que o que era bom ficou ruim e o que era ruim ficou péssimo. Atendentes sem a menor vontade de atender bem e de disfarçar isso, grandes filas, morosidade, desorganização, lanches caros, comida sem sabor e qualidade.

O Bob’s que era original e ditava moda hoje não existe mais, pois é tão somente um seguidor de “tendências”. A moda são os sanduiches com cara de artesanal, o Bob’s faz uma versão. A moda passa a ser os sanduiches gigantes, o Bob’s faz uma versão. Tudo nada a ver com nada, tudo sem sentido. O bom, modo de falar, e velho Bob’s morreu.

Imagem do post: Google

sexta-feira, janeiro 06, 2017

O amor e suas nuances

o amor e suas nuances

Você tem medo já te falei amar não é nenhum brinquedo.

Não se atire de cabeça e proteja sempre o coração.

Faça de tudo para não criar expectativas demais.

Siga em frente mesmo que não tenha mais forças para continuar.

O amor não supera a tudo, mas ameniza as dores.

Imagem do post: Tumblr / Redheads be here

quinta-feira, janeiro 05, 2017

Eu acho que poderia

eu acho que poderia

Conta para pagar todo dia dez
Às vezes eu me perco em números adversos
sou controverso ao extremo e não sei por que
As coisas que eu faço ninguém vê

No final do mês é sempre assim tudo igual, tudo normal
No final do mês é sempre assim, você não pensa em mim
E nessa rotina desigual eu acho que poderia ser melhor

Calça apertada todas as segundas
O final de semana foi legal demais
Comida à vontade e toda aquela gente, se achando diferente
Fazendo pose de artista de tv

No final das contas é sempre assim tudo igual, tudo normal
No final das contas é sempre assim, ninguém pensa em mim
E nessa rotina de cinema eu acho que poderia ser pior

Canto para sorrir, porque se eu chorar vou desistir
Canto para não ter que mentir sobre o meu falso viver
Quem vai encontrar a luz e iluminar meus sonhos tão distantes
Sonhos que não voltam mais

No final tudo é igual
No final é sempre assim

Imagem do post: Tumblr / Planet interdite

quarta-feira, janeiro 04, 2017

Você adormece em mim

voce adormece em mim

Avisa que não vai dar, mas não diz que vai pensar, espera que vou depois do temporal. A tempestade não vai impedir você de me deixar então para de sonhar ou de pensar em coisa pouca. Vem me beija a boca e vamos ser felizes como sempre fomos antes de adormecer. Ainda há tempo para sermos nós.

Deixar de viver apenas por não concordar comigo é suicídio, antecipado, e o castigo por isso é eu não estar mais ao seu lado. O desespero nunca deve ser a tônica do que um dia fomos, pois ainda seremos mais.

Hoje é fácil dizer que não dá, enjoar, desistir e não relevar. No passado foi difícil esquecer, negar, não querer. É assim que seria caso ainda estivéssemos em sintonia, mas desde sempre te entendo e sei que por mais que eu queira, o seu querer se sobrepõe ao meu.

Imagem do post: Tumblr / Morningstar

terça-feira, janeiro 03, 2017

Embaixo do meu cobertor

embaixo do meu cobertor

Saí de casa entrei no bar
Falei com meus amigos
Comecei a chorar ela já não está mais comigo
Resolveu que não vai mais voltar

É tão difícil esquecer um grande amor assim
Paixão que não tem mais fim
O coração parece que vai parar

Como vou suportar depois tantos beijos e tantos abraços
A cama vazia e todo aquele espaço
Eu querendo você e você não está aqui comigo

A dor aumenta tanto e é grande o meu pranto
Que já não consigo ver o seu retrato e não me emocionar
Já perdi o juízo preciso do seu ombro amigo
Meu corpo pede o seu calor vem para baixo do meu cobertor.

Imagem do post: Tumblr / Red heads be here

segunda-feira, janeiro 02, 2017

Acabou de acabar

acabou de acabar

Já não sei mais
Já não sinto a ponta dos dedos
Já não sei dizer
Quanto à saudade,
Ignoro e me volto aos meus medos
Tenho o que fazer

E o que sou
Onde estou
O que sobrou de mim mesmo
Acabou
Acabou de acabar
Foi embora

Já não vou mais
Já não saio da porta pra fora
Já não sei viver
Quanto à saudade,
Minha cara metade ignora
A voz do meu querer

E o que sou
Onde estou
O que sobrou de mim mesmo
Acabou
Acabou de acabar
Foi embora
E não volta
Eu me lá vou
Pra onde foi meu amor?
Por favor, não mereço
Acabou
Acabou de acabar
Foi embora

Phill Veras

Imagem do post: Tumblr / Women mens fashion

domingo, janeiro 01, 2017

Sais de banho

a primeira promessa do ano

Ao amanhecer e ao anoitecer. Depois de acordar e antes de deitar. Depois de começar e antes de acabar.

Sais de banho

Todos os dias com ou sem alegria. Todas as horas com ou sem nostalgia. Nos mais difíceis e nos mais fáceis. Com ou sem você.

Sais de banho

Não sendo só a chuva, não sendo só a tempestade, mas molhando toda a cidade. Sais de banho nada mais são do que apenas sais de banho. Perfumam o corpo, o ambiente e a alma, mas são apenas sais de banho e nada mais.

Imagem do post: Tumblr / Faces & eyes

 

Contos e encantos Copyright © 2007 - |- Template created by O Pregador - |- Powered by Blogger Templates